IDEXX realiza a campanha Pergunte aos Rins? para conscientização sobre a saúde real no Março Amarelo

 



Iniciativa envolve realização de talk shows interativos semanais com especialistas em cardiologia, infectologia, gastroenterologia e endocrinologia. Ação tem apoio de entidades de classe ligadas à saúde dos pets.

 

A IDEXX, líder global em soluções para o diagnóstico de animais de companhia, está engajada no movimento Março Amarelo, que busca a conscientização do diagnóstico de enfermidades renais e preservação da saúde destes órgãos vitais dos cães e gatos.

 

“Pergunte aos Rins?” é o tema da campanha de conscientização da empresa, que envolve a realização de talk shows interativos comandados pelas médicas veterinárias Patrícia Mosko e Rebecca Bachi, do Pet Doc Cast. São quatro entrevistas com especialistas abordando o impacto renal das enfermidades em um sistema diferente, como diagnosticar e o que fazer com os resultados de exames obtidos de forma simples, aplicada e ilustrativa como melhorar sua conduta no dia a dia.

 

A programação é a seguinte:

 

Dia 07 de março: Dr. Kaleizu Rosa fala de Cardiologia

O Dr. Kaleizu Rosa é médico veterinário graduado pela Universidade Federal de Uberlândia, mestre em Fisiopatologia Experimental pela FMUSP e doutor em Ciências (área de concentração: cardiologia) pelo Instituto do Coração da FMUSP

 

“A interação entre os sistemas cardiovascular e renal é conhecida de longa data e é o que mais facilmente o clínico geral consegue compreender. A influência cardíaca e vascular sobre os rins relaciona-se muito com volume, com tônus e com pressão e a influência dos rins sobre o sistema cardiovascular relaciona-se muito com o controle de volume, eletrolítico e ácido-base. Contudo, é preciso que o clínico esteja capacitado a compreender e diagnosticar o impacto renal mais rapidamente e consiga adequar os protocolos terapêuticos de forma a equilibrar ambos os sistemas, com mínimo ou nenhum prejuízo para nenhum deles”.

 

 

Dia 14 de março: Dra. Romeika Reis fala de Infectologia

A Dra. Romeika Reis é graduada em medicina veterinária pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2001) e mestre em medicina veterinária pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2003).

 

“As doenças infecciosas representam grandes desafios para o corpo. A urgência no diagnóstico preciso se faz necessária não apenas para recuperação mais rápida do paciente, mas especialmente para evitar consequências em outros órgãos, que podem desenvolver sequelas denominadas lesões crônicas, em especial os rins. Estes são órgãos que frequentemente sofrem com as enfermidades infeciosas, não necessariamente pelo tropismo dos agentes agressores, mas frequentemente pelas toxinas endógenas sintetizadas e pelo excesso de combate inflamatório e imunológico”.

 

Dia 21 de março: Dr. Felipe Romano fala de Gastroenterologia

O Dr. Felipe Romano é médico veterinário formado pela Universidade Paulista - UNIP. Residência em Clínica Médica e Cirúrgica de Pequenos Animais no HOVET da FMVZ - USP. Intercâmbio em medicina interna realizado na Universidade de Lisboa, Portugal.

 

“A interação entre os sistemas gastrointestinal e o renal é pouco conhecida e pouco discutida. Os clínicos geralmente não refletem sobre a importância desses sistemas excretores e do quanto, além da excreção, esses sistemas realizam. Acreditamos que o conhecimento dos colegas clínicos sobre o impacto renal deva ir além do senso comum sobre perda de água e eletrólitos que acontecem nas enfermidades agudas do trato gastrintestinal”.

 

Dia 28 de março: Dr. Allan Poppl fala de Endocrinologia

O Dr. Allan Poppl é médico veterinário formado Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com especialização em endocrinologia. É diretor científico da Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária.

 

“A interação entre os sistemas endócrino e renal é belíssimo e na verdade entendemos os rins como fiéis súditos do grande orquestrador metabólico, que é o sistema endócrino. As alterações metabólicas, sejam elas energéticas, hídricas ou eletrolíticas, causam impactos sistêmicos de proporções variáveis, mas geralmente com complicações severas se não a curto certamente a longo prazo. Os rins, que são órgão de homeostase, sofrem de forma silenciosa com as alterações endócrinas, até que não suportem mais a sobrecarga e impeçam a utilização de muitas medidas terapêuticas necessárias para controle das enfermidades endócrinas”.

 

A Campanha Pergunte aos Rins, da IDEXX, conta com o apoio de entidades altamente representativas, como ABOV (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária), BrasiLeish (Grupo de Estudos Sobre Leishmaniose Animal), CBNUV (Colégio Brasileiro de Nefrologia e Urologia Veterinária), ABEV (Associação Brasileira de Endocrinologia Veterinária) e ABRAGA (Associação Brasileira de Gastroenterologia Animal).

 

Para participar ao vivo dos talk shows, basta entrar no pergunteaosrins.idexx.vet e fazer sua inscrição.

 

Mais informações: www.idexx.com.br

 

IDEXX é líder global em soluções para o diagnóstico de animais de companhia. Nosso objetivo é contribuir com os profissionais veterinários, fornecendo tecnologia e conhecimento de excelência para ver e obter claramente as respostas que precisam sobre a saúde de seus pacientes.

               


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem