Veterinário destaca a importância do controle parasitário em bovinos

 Bem-estar animal e lucratividade caminham lado a lado na pecuária. Esses dois objetivos, contudo, são ameaçados pela presença de parasitas, como vermes e carrapatos. “Infestações parasitárias resultam em sérios prejuízos, tendo em vista o impacto negativo causado na saúde do gado”, explica o médico-veterinário Sérgio Kalil, Gerente de Marketing da Syntec do Brasil.

Os parasitas causam inúmeras perdas na bovinocultura, os vermes internos podem   acometer órgãos vitais, levando à diminuição da absorção de nutrientes, que resulta em perda de peso do animal e diminuição da produção. Além disso, as verminoses podem atrasar o desenvolvimento corporal e ganho de peso dos animais. Já os parasitas externos, como carrapatos e moscas, causam estresse aos animais, que pode acarretar perda de peso e menor eficiência reprodutiva. Além disso, os carrapatos causam danos no couro do animal e podem transmitir doenças como a Tristeza Parasitária Bovina.

“Sejam vermes ou carrapatos, o fato é que os parasitas reduzem o desempenho do rebanho, diminuindo o ganho de peso. O prejuízo pode ser assustador, estudos mostram que o prejuízo pode chegar de 20 a 60 quilos por animal por ano”, alerta Kalil.

Sérgio ressalta que a prevenção é a estratégia mais importante, inclusive porque o clima brasileiro é favorável à presença de carrapatos e vermes. “Entre os princípios ativos, a ivermectina se destaca no controle de uma variedade de parasitas internos e externos, vermes intestinais e nematoides. O uso desse ativo é consolidado no mercado e se utilizado de forma estratégica para o controle dos parasitas, é crucial para garantir a saúde e o bem-estar do gado e da produção eficiente.”

A Ivermectina é uma opção excelente por tratar-se de uma molécula eficaz, comcaracterística lipofílica que possibilita liberação gradual do ativo no organismo do animal, baixa toxicidade e amplo espectro de ação. Ivermectinas de alta concentração possuem um maior período de ação no animal (e consequentemente, maior tempo de carência).

No entanto, Sérgio sinaliza que é fundamental seguir as recomendações de um médico-veterinário quanto às doses, manejo e calendário sanitário, para evitar a resistência dos parasitas aos medicamentos.

Para auxiliar os pecuaristas a vencer o desafio dos parasitas, a Syntec do Brasil disponibiliza dois antiparasitários. T@urus SR é poderoso para o controle dos parasitas internos e externos do rebanho, a base de ivermectina 3,5%. Sua tecnologia tixotrópica SR-MCT permite mais fluidez, mantendo a propriedade de liberação lenta e prolongada. Já o Synmectin® é um antiparasitário injetável de amplo espectro de ação, à base de ivermectina 1%, muito eficaz e importante solução para proteger os bovinos desses inimigos implacáveis.

Sobre a Syntec – A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 20 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Para mais informações acesse: www.syntec.com.br


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem